pedigree

Você sabia que o certificado de pedigree custa apenas R$ 40,00 ?

No Brasil criou-se um mito de que o pedigree encarece o filhote; criadores desonestos falam isso para que o comprador desista de ter o pedigree.

 

Isso ocorre, geralmente, porque o criador: ou não tem o pedigree dos pais, portanto não pode registrar os filhotes, ou porque ao registrar, ele assume a responsabilidade de estar vendendo um cão de raça pura e ,infelizmente, muitas vezes os cães são mestiços. O custo de um pedigree é em torno de R$ 40,00 por filhote até 90 dias, ou seja, um preço que, com certeza, qualquer comprador pagaria na hora da compra para obter a garantia de raça pura.

>>>>> Veja também: Dicas para comprar um cachorro de raça

O pedigree ou Certificado de Registro Genealógico é um documento que tem o mesmo valor que um certificado de garantia de qualquer produto. Ele garante a procedência do que se está adquirindo. O comprador, através do pedigree, pode verificar se o criador do cão é sério ou se faz cruzamentos indiscriminadamente, além do que, no caso de se adquirir  um animal mestiço, o pedigree é a garantia da raça pura, o que significa que o vendedor do cão será responsabilizado e obrigatoriamente terá que indenizar o comprador. O que não pode ocorrer quando um cão não tem pedigree, pois o vendedor/criador, poderá alegar que o cão vendido foi um mestiço.

Se você exige o pedigree na hora da compra, você obriga os vendedores/criadores a registrar, ter  responsabilidade e, provavelmente, acabar com os desonestos. Isso é bom para o vendedor/criador e para o comprador, bem como, bom para o Brasil, pois, segundo estatísticas a cada 8 cães de raça pura nascidos no Brasil, apenas 1 é registrado.

Pense nisso na hora da compra. Se o vendedor disser que o cão com pedigree custa R$ 500,00 e sem pedigree R$ 300,00, você com certeza, está sendo enganado.

Fonte: Confederação Brasileira de Cinofilia

 

Deixe uma resposta