Ver vídeo de gatos diminui ansiedade e gera pensamentos positivos

Vídeos de gatinhos fazem muito sucesso na internet e TV. Intrigada com o sucesso e buscando entender se isso era apenas uma forma de distração ou se podia ter efeitos positivos na mente das pessoas, uma equipe da Universidade de Indiana descobriu que assistir vídeos de felinos faz bem!

Após ver vídeos, pessoas relataram sentir mais positividade e energia

“Algumas pessoas podem pensar que assistir vídeos de gatos online não é um assunto suficientemente sério para pesquisa acadêmica, mas o fato é que isso é muito popular na rede. Se quisermos entender melhor os efeitos que a Internet pode ter sobre nós como indivíduos e na sociedade, então os pesquisadores não podem mais ignorar os gatos da Internet” disse a professora  Jessica Gall Myrick, coordenadora do estudo.

A equipe entrevistou quase 7 mil pessoas sobre como assistir a vídeos de gatos afetava seu humor. Após assistir os filmes, os pesquisados relataram que se sentiam mais positivos e com mais energia do que antes.

Eles apresentaram também uma redução das emoções negativas, como ansiedade, irritação e tristeza. A pesquisa aponta também que os participantes não se sentiam mal em procrastinar tarefas se fosse para assistir vídeos de gatos. Isso, inclusive, os deixava mais relaxados e dispostos para executar tarefas difíceis.

–>> Acesse nosso canal no Youtube e veja gatinhos e muito mais!

O estudo mostrou também que 25% procurava pelos vídeos diretamente, enquanto o restante só assistia quando apareciam em suas redes ou TV. Entre os participantes, 36% afirmou gostar mais de gatos que de cães, enquanto 60% disse gostar tanto de gatos quanto de cães.

Ainda que todos os participantes tenham confirmado já ter certo hábito de assistir vídeos com gatos, proprietários de gatos e pessoas com certos traços de personalidade, como timidez, eram mais propensos a assistir a vídeos de gatos.

Segundo Myrick , os resultados abrem espaço para futuros estudos para explorar como ver vídeos de gatos poderia ser usado como uma forma de terapia com baixo custo.

Fonte: Catraca Livre

Deixe uma resposta