Vacina anticoncepcional

Vacina anticoncepcional coloca vida de gatos e cachorros em risco

O método contém altas taxas de hormônio que podem causar hiperplasia mamária, tumores malignos e até mesmo infecções generalizadas

O caso de uma gata resgatada pelo cuidador independente Gabriel Chaves rendeu uma grande discussão esta semana no Twitter. A gatinha foi encontrada com tumores por todo o corpo. Após ser levada ao veterinário, descobriu-se que a causa da doença foi uma vacina anticoncepcional, mais conhecida como “anti-cio”.

“A gatinha tem no máximo um ano, é bem pequena, não desenvolveu completamente e hoje 70% do corpo dela são tumores. Eles estão vazando, o cheiro é insuportável, a causa disso são hormônios aplicados que inibem a ovulação”, escreveu no post.

De acordo com Gabriel, a vacina foi aplicada no animal quatro vezes em apenas um ano, causando graves infecções e a necessidade de tratamento urgente. O cuidador afirma que ela está assim há 3 meses e os antigos tutores não tomaram nenhuma providência.

A veterinária Camila Maximiano, da Clínica Pompeu, conta que a vacina contém altas taxas de hormônio que podem causar hiperplasia mamária, tumores malignos e até mesmo infecções generalizadas por todo corpo e no útero. Para ela, o tratamento é totalmente contraindicado em cães e gatos.

Fonte: Metrópoles

Deixe uma resposta