Roupinhas para cachorro e gato: saiba como escolher

Ainda está muito quente na maior parte do país, mas o frio já já dá as caras. E dá muito dó ver o seu cachorro ou gato passando frio, não é? Então agora pode ser a hora de comprar roupinhas para eles. Mas as vestimentas não devem ser colocadas apenas pelo apelo estético, elas devem ser escolhidas de acordo com cada pele e pelo de animal, além de serem roupinhas confortáveis e não deixarem o animal com calor ou coceira, por exemplo.

Para tirar as suas dúvidas sobre as roupinhas para cachorro e gato, a médica veterinária Janaína Biotto responde algumas perguntas sobre o tema:

Os pets precisam mesmo de roupinhas? – Os cães e gatos precisam sim se proteger do frio. Cada animal é diferente um do outro se levarmos em conta suas diferentes pelagens e camadas de gordura, o que faz com que essa necessidade de se proteger do frio mude de um para o outro. Na maioria das vezes os proprietários optam por colocarem roupas nos seus animais pensando simplesmente na estética, porém algumas raças de tamanho menor e pelos curtos realmente têm frio e acabamos utilizando esses adereços para deixá-los mais quentinhos. 
Até para os gatos? – Os gatos normalmente não são muito fãs de qualquer tipo de vestimenta, entretanto existem exceções. Devemos respeitar a vontade deles e deixar de lado caso as roupinhas estejam os incomodando. 
Quais cães com certeza vão sentir calor com roupas? – Alguns cães e gatos são provenientes de locais gelados e são muito mais adaptados do que outros para enfrentarem climas frios. Por exemplo podemos citar os huskys siberianos e akitas que possuem uma pelagem densa e também subpelos que os protegem do frio. Esses cães sofrem com climas quentes e, portanto, não precisariam de roupas. Normalmente, não gostam de ficar vestidos. 
O que devo saber antes de comprar as roupinhas? – Ao comprar uma roupa para seu pet deve-se levar em consideração não somente a estética, mas também o conforto da vestimenta. Ela deve ter o tamanho certo para cada animal, não apertar na gola nem nas patas e ter abertura correta para defecação e micção. Deve ser feita com tecidos e materiais confortáveis de acordo com a época do ano utilizando tecidos mais leves para estações mais amenas e os mais quentes no inverno. 
E se o animalzinho tem alguma doença na pele? – Animais com infecções de pele ou outras doenças dermatológicas devem evitar utilizar roupas para que as feridas não piorem. Pulgas e carrapatos devem ser rigorosamente controlados antes dos cães e gatos serem vestidos. 
A tosa é recomendada para colocar as roupinhas? – Alguns cães de pelagem muito longa e fina, ao utilizarem roupinhas por muito tempo podem embolar os pelos de forma irreversível, sendo necessária a tosa total. Dessa forma é preciso retirar a roupa uma vez por dia para que seja realizada a escovação e evitar que os pelos embaracem. Na dúvida, consulte um médico veterinário. 

Fonte: Portal Alto Astral

Deixe uma resposta