Xoloitzcuintli

Raças de cães – Xoloitzcuintli

Entender o temperamento do Xoloitzcuintli é tão importante quanto aprender a dizer o nome dele – que, vamos combinar, não é a coisa mais fácil do mundo. Mas, não se preocupe! Afinal, há uma alternativa viável de nomenclatura, e podemos também chamar o Xoloitzcuintli de Pelado Mexicano.

A partir desse “apelido”, podemos constatar, obviamente, que o animal é residente de território mexicano. E com isso, já temos algumas características importantes para podermos entender melhor tudo que circunda o temperamento do Xoloitzcuintli.

Seja se você é tutor de primeira viagem ou mesmo está pensando em adotar uma raça diferente, leal e amigável, acompanhe o texto para entender tudo sobre este incrível cachorro.

PUBLICIDADE

Vamos lá?

 

o temperamento do Xoloitzcuintli

Pelado Mexicano (Xoloitzcuintli) – Foto: Freepik

O temperamento do Xoloitzcuintli

O temperamento do Xoloitzcuintli, ou do Pelado Mexicano, nem sempre é fácil de ser desvendado. Afinal, é importante entender que cada cachorro é único e, por mais que haja semelhança de raça, eles nunca terão a mesma personalidade ou educação.

O ambiente em que o cachorro vive, brinca, come e dorme é o que moldará a maior parte do temperamento canino. Mas, claro, isto não é tudo. Afinal, cães possuem instintos. E estes instintos estão ligados aos seus antepassados que, de uma forma ou de outra, ainda podem se apresentar no presente.

É claro que as manias do cachorro não passam de “geração em geração”. Mas alguns tipos de comportamento instintivo, sim. E o Xoloitzcuintli apresenta alguns, como: companheirismo, vigilante ativo, frio e equilibrado, etc.

Separamos uma lista com alguns pontos importantes sobre o temperamento do Xoloitzcuintli – o Pelado Mexicano. Veja abaixo:

  • Como o Xoloitzcuintli se comporta com crianças e estranhos?;
  • É um animal agressivo?;
  • O gasto energético do Pelado Mexicano;
  • Um cachorro que não gosta de ficar sozinho;
  • Observe o tamanho do cão – Toy, miniatura ou padrão;
  • Ele pode querer perseguir animais menores e de outras espécies;

Não se preocupe. Pois falaremos, a partir de agora, sobre cada um dos itens acima. Vamos lá?

Como o Xoloitzcuintli se comporta com crianças e estranhos?

O primeiro passo para entendermos melhor o temperamento do Xoloitzcuintli, é verificar seu comportamento perante crianças e pessoas estranhas. Não é incomum que cachorros sintam ciúmes ou mesmo sintam que precisam “atacar” uma pessoa estranha. Principalmente aqueles cães com comportamentos mais agressivos.

Como o Xoloitzcuintli é um animal de grande porte (em alguns casos), não é recomendado que ele tenha contato direto com crianças pequenas. Principalmente quando a criança é estranha para o animal.

Mas, isto não quer dizer que ele não se adapte bem a presença de crianças, ok? Mas, neste caso, é importante que haja uma adaptação desde cedo – cão filhote e criança pequena.

E quanto há pessoas estranhas no ambiente, o Pelado Mexicano também não é muito receptivo. Ele pode não atacar prontamente, mas certamente ele não estará feliz com um “invasor”. Por isso, prestar atenção nestes detalhes é importantíssimo para que não ocorram acidentes, ok?

o temperamento do Xoloitzcuintli

Cãozinho fofo – Foto: Freepik

É um animal agressivo?

O Pelado Mexicano não é um cachorro necessariamente agressivo.

Porém, é um cachorro que precisa ser respeitado em diversos âmbitos diferentes. Historicamente, é um cachorro muito utilizado como “segurança” de espaços, recintos e residências. Como é um cachorro muito “exótico”, não é comum vermos ele atuando como cão de guarda. Mas, ele poderia ser treinado para isso.

Os antigos povos latinos consideravam o Xoloitzcuintli como um cachorro especial. Ele poderia cuidar, observar e patrulhar aldeias. E isto, claro, deixava as pessoas mais seguras. Porém, é importante entender que há uma grande diferença entre um cão agressivo e um cão de guarda ou vigia, ok?

Esta raça é calma, tranquila e não costuma demonstrar muita vontade de latir. Só o faz quando é realmente necessário. Ou seja, possui um forte equilíbrio emocional para lidar com situações diferentes.

O gasto energético do Pelado Mexicano

Se você pretende ter um Xoloitzcuintli em casa, saiba que ele precisa ter um gasto energético equilibrado e de acordo com seu porte físico. É claro que é assim com todos os cães. Afinal, todos eles precisam gastar energia para manter sua saúde em dia e, claro, não contrair doenças ou problemas.

Por isso, considere sempre ter um amplo espaço para que o seu Xoloitzcuintli possa correr, brincar e gastar a energia. Principalmente se ele for um Xoloitzcuintli de grande porte (falaremos sobre isso logo abaixo).

Correr, brincar e se sentir ativo faz parte de um dia comum do Pelado Mexicano. E com isso, ele é capaz de passar o resto do dia deitado, relaxando e só observando as movimentações ao seu redor. Sempre atento, vigilante e muito carinhoso com seu tutor.

o temperamento do Xoloitzcuintli

Vários cães juntos – Foto: Freepik

Um cachorro que não gosta de ficar sozinho

O temperamento do Xoloitzcuintli, faz com que ele tenha verdadeira repulsa de ficar sozinho. Ou seja, por mais que ele tenha características que impõe respeito a quem o enxerga de longe, ele é um animal muito dócil e adora saber que seu tutor está por perto.

Uma característica muito marcante do Pelado Mexicano, é que ele se apega a um membro da família de maneira muito particular. Não é incomum vermos um Xoloitzcuintli ser mais “parceiro” de algum membro da família, e menos “parceiro” de outro. Esta ligação acontece de maneira muito natural.

Por isso, não se assuste se você perceber que o Xoloitzcuintli não quer desgrudar da sua companhia. Isto pode acontecer. Mas, claro, precisa ser interpretado com cautela. Afinal, um cachorro que não consegue ficar muito tempo sozinho pode significar um problema grave no futuro, como a síndrome da ansiedade de separação.

Muita atenção a isso, ok?

Observe o tamanho do cão – Toy, miniatura ou padrão

O temperamento do Xoloitzcuintli também tem muita relação com o seu tamanho. Cães de grande porte possuem uma tendência a serem mais calmos, tranquilos e calculistas. Enquanto cães de pequeno porte, como o Pinscher, podem ser mais agressivos e bravos.

Diferente de outros tipos de raças, o Pelado Mexicano pode se apresentar em três tamanhos diferentes: toy, miniatura ou padrão. E cada um deles, claro, vai demandar necessidades diferentes para que você possa oferecer um lar com carinho, conforto e amor.

Ele pode querer perseguir animais menores e de outras espécies

E por fim, não podemos deixar de mencionar sua vasta necessidade de se sentir útil. Como ele é um cão vigia e que possui uma tendência a proteger o lar do tutor, é normal que o cachorro queira caçar outros animais de pequeno porte. Coelhos, gatos e até mesmo cães menores, podem ser alvos fáceis.

Por isso, caso você queira ter um Xoloitzcuintli em casa, saiba que esta possibilidade é real e você precisa oferecer um ambiente saudável, para que o animal não apronte ou cause incidentes.

Cuide bem do seu Xoloitzcuintli, o famoso Pelado Mexicano!

Fonte: Portal do Dog

Deixe uma resposta