Quando devo fazer a castração no meu pet?

A castração  pode ser um momento difícil para o animal e para o dono. Afinal, ninguém gosta de ver o bichano sofrendo, nem sentindo dor e muito menos no veterinário para fazer algum procedimento.

O fato é que ainda há muitas dúvidas em torno da castração e muita gente desconhece o procedimento. Isso, claro, faz com que muitas pessoas deixem de castrar os animais por medo ou por não conhecerem os efeitos colaterais.

Nosso consultor, Marcos Eduardo Fernandes, explica os procedimentos da castração e fala sobre os cuidados que temos de ter com machos e fêmeas. Não esqueça de sempre consultar seu veterinário e fazer o check up da saúde do seu animal. Um pet bem cuidado é sinônimo de um ambiente limpo e saudável.

O que é? É um procedimento cirúrgico que envolve a retirada dos testículos (machos) e ovários e útero (fêmeas), com anestesia geral. (Foto: Pixabay/Shutterstock Images)
Não há uma idade certa, no entanto, para controle de natalidade, caso o animal tenha risco de cruzamento fértil, a castração pode ser realizada tanto em macho quanto em fêmeas a partir dos 6 meses. (Foto: Pixabay/Shutterstock Images)
Outro ponto importante: as fêmeas que têm tendência a apresentar tumores mamários, a retirada dos ovários antes do primeiro cio diminui significativamente a possibilidade da doença. (Foto: Pixabay/Shutterstock Images)
No caso das fêmeas, o procedimento é mais delicado, pois envolve a abertura da cavidade abdominal (abdômen). Não é um procedimento complexo, mas envolve uma série de cuidados. (Foto: Pixabay/Shutterstock Images)
Por volta dos 10 meses, cadelas e gatas já entram no cio e podem engravidar. (Foto: Pixabay/Shutterstock Images)
É importante no controle de natalidade dos cães e gatos, especialmente nos grandes centros urbanos. (Foto: Pixabay/Shutterstock Images)

Fonte: Portal Alto Astral

Deixe uma resposta