O que fazer ao encontrar um filhote de passarinho no chão?

Muitos de nós provavelmente já passamos por tal situação: O que fazer quando encontramos um filhote de passarinho no chão?
Em muitos casos, não se deve fazer nada, afirmam os especialistas. Mesmo as tentativas bem-intencionadas geralmente impedem que esses “órfãos” sobrevivam.
Primeiro, determine se o passarinho é um bebê frágil ou um pássaro jovem recém-emplumado, que provavelmente pulou do ninho na primeira tentativa de buscar a independência. Em algumas espécies, aves recém-emplumadas podem ser alimentadas pelos pais no chão. Assim, sua presença humana pode impedir que os pais voltem com a comida. Procure um ninho para onde devolver o passarinho. Espere algumas horas antes de concluir que pelo menos um dos pais não vai voltar.

Se o passarinho estiver no chão dentro do ninho, tente devolvê-los a uma árvore ou arbusto. Observe à distância para ver se os pais voltam. Seu cheiro residual não vai causar grande impressão nas aves adultas e não as afastará. Se o ninho estiver quebrado, ou não houver ninho, uma caixa de uvas pode ser amarrada a uma árvore, para substituir.

Se o passarinho estiver ferido, não preste os primeiros socorros, que podem prejudicar mais do que ajudar. Coloque-o numa caixa de sapato coberta e procure um veterinário ou um reabilitador de vida animal licenciado e treinado.

Até mesmo um passarinho saudável não consegue viver com preparos caseiros de comida de pássaro, e as exigências alimentares são desanimadoras. Por exemplo, um estorninho filhote precisa ser alimentado a cada 20 ou 30 minutos, por pelo menos 12 horas ao dia.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta