Gato mais velho do mundo chega aos 31 anos querendo bater recorde

Ao adotar um gato, você deve estar preparado para ele ficar contigo pelos próximos 15 anos, pelo menos. Só que apesar de a maioria dos bichos de estimação chegar apenas até essa idade, alguns são mais longevos e se tornam verdadeiros tataravôs do mundo animal. Esse é o caso de Nutmeg, que em português significa Noz-moscada, um gatão que chegou aos 31 anos de idade com muita sede de viver.

Tudo começou em 1990, quando Nutmeg encontrou um quintal para chamar de seu e começou a brincar com o gatinho que vivia por lá, o Spice – ou Pimenta, em português. O casal Liz e Ian Finlay resolveu adotar Nutmeg, e um veterinário estipulou que ele tivesse cerca de 5 anos de idade.

Como esse é um “chute”, já que não dava para precisar quando o gatão nasceu, ao menos podemos deduzir que ele já tinha uns 2 anos, a idade de um gato adulto. Dessa forma, Nutmeg teria hoje mais ou menos 28 anos, ou cerca de 129 na equivalência com humanos, o que já poderia colocá-lo como o gato mais velho do mundo.

Nutmeg comemorou 31 anos ao lado dos donos e da veterinária

Em busca do recorde

Atualmente, o bichano mais velho da Terra tem 27 anos e se chama Corduroy. A expectativa é de que o Guinness Book aceite a candidatura de Nutmeg e o considere o mais longevo dos gatos. As autoridades que validam os recordes necessitam que o casal Finlay providencie toda a documentação necessária para comprovar a idade de seu gato.

Porém, para chegar ao título de gato mais velho que já existiu, Nutmeg ainda tem chão: Creme Puff foi um gatão que morreu em 2005 poucos dias após completar 38 anos – o equivalente a 168 anos humanos! O segredo para a longevidade de Nutmeg, de acordo com seus donos, são os jantares de domingo, principalmente frango assado com molho.

O aniversário do gato-vovô é comemorado sempre em março, no mês que os Finlay o encontraram. A idade, porém, tem seu preço: apenas 3 dentes lhe restam na boca, mas isso não o impede de se deliciar com qualquer comida. Como o casal nunca teve filhos, Nutmeg se tornou um companheiro para a vida, sendo sempre carinhoso e grato por eles o terem adotado.

Liz e Ian nunca tiveram filhos, mas o amor paternal foi transferido ao gato

Apenas 1 vida perdida

E se os gatos têm 7 vidas – ou 9, na tradição norte-americana – o Nutmeg ainda tem muito a comemorar: ele só “perdeu” uma delas, quando teve um acidente vascular cerebral em setembro do ano passado. Os Finlay já estavam preparados para o pior, mas o gatão se recuperou rapidamente e continua lhes dando alegria.

Em seus anos áureos, Nutmeg tinha uma imensa pelagem marrom. Hoje em dia, ele está cada vez mais grisalho – assim como o seus donos. O amor dos Finlay por ele, entretanto, não envelhece: se torna cada vez maior. Eles sabem que um dia o gatão não estará mais aqui e torcem para estar ao lado dele em sua viagem final.

Vida longa a Nutmeg

***

Você já teve algum animal que viveu muito além das expectativas? Qual a idade dos seus cães e gatos? Não deixe de comentar!

Fonte: Mega Curioso

Deixe uma resposta