Estudo revelou o tipo de pessoa que melhor consegue compreender os cachorros

Se você tem um cão em casa e quase fica com ciúmes quando aquele amigo que te visita “rouba” toda a atenção do seu pet, saiba que ele pode ter algo a mais que faz com que a relação seja tão amistosa.

De acordo com um estudo sobre comportamento realizados pelas Universidades de Helsinki e Aalto, a personalidade de uma pessoa e, especificamente, seu grau de empatia, desempenha importante papel no relacionamento com um cachorro e em sua capacidade de compreender o animal.

Pessoas com grande empatia entendem melhor os cães

cachorro companheiro dona 0217 400x800

Os pesquisadores recrutaram 34 voluntários que, em sua maioria, já haviam interagido com cães em diferentes níveis: 26 tinham crescido com um cachorro, 16 possuíam um cão e 15 eram ativos em passatempos relacionados com os pets, como caçadores ou adestradores.

Para a primeira parte do estudo, os participantes observaram uma série de imagens mostrando rostos humanos e de cães e deviam classificar cada uma em uma escala de positivas a negativas, demonstrar reação à imagem em um espectro de excitação emocional, além de identificar os níveis de felicidade, tristeza, repulsa, medo e raiva. Em seguida, preencheram questionários para medir traços de personalidade e empatia para com as outras pessoas e com os animais.

cachorro lambendo crianca 0217 400x800

Aqueles que obtiveram maiores pontuações nos testes de empatia tendiam a classificar os rostos de cães e humanos como mais positivos ou negativos, mais altamente emocionais, mais emocionalmente excitantes, além de serem capazes de identificar suas decisões mais rapidamente.

Os resultados apontam que os seres humanos percebem a expressão facial humana e do cão de uma maneira similar, e que a percepção de ambas as espécies é influenciada por fatores psicológicos. A empatia afeta tanto a velocidade quanto a intensidade de avaliação das expressões faciais emocionais dos cães.

Fonte: Vix

Deixe uma resposta