Espírito Olímpico – Canicross – Esporte canino

Canicross ainda é um termo desconhecido para a maioria dos brasilerios mas, de acordo com a onda de popularidade que vem ganhando em todo o mundo, isso deve mudar em pouco tempo. Criado no Reino Unido no início da década de 90, o esporte surgiu como uma forma de treinamento para cães de tração ou trenó, e em pouco tempo foi notado como uma atividade prazerosa, onde cães e seus donos podem se divertir e manter a saúde.

Resumidamente, o canicross pode ser descrito como uma espécie de trekking para cachorros. Para a prática, os principais equipamentos necessários são um cinto para o condutor (waist belt), um colete de tração para o cão (running harness) e uma corda elástica que una os dois itens, conectando os parceiros e evitando grandes trancos no trajeto. Terrenos irregulares e trilhas estão entre os locais preferidos entre os praticantes do esporte, que também pode ser feito em grupos com mais de um cachorro por condutor.

Praticado por todos os tipos de raça e tamanho de cachorros, a restrição da prática dessa atividade se resume apenas à idade do animal, que deve ter mais de um ano de vida. Vale lembrar, também, que antes de iniciar a prática desse esporte, tanto proprietário como pet devem passar por exames médicos, garantindo condições físicas adequadas.

Por ser uma prática nova e pouco comum no Brasil, ainda pode haver certa difculdade por parte dos interessados em encontrar todo o equipamento adequado no mercado nacional. No entanto, a Fábrica Brasileira de Shows e Eventos já trabalha com a importação dos aparatos necessários para o esporte e, no momento, se empenha na criação da Federação Brasileira de Canicross, que deve representar o primeiro passo para que a prática adquira cada vez mais adeptos por aqui.

Fonte: CachorroGato

Deixe uma resposta