Coreia do Norte confisca animais de estimação

Coreia do Norte confisca animais de estimação e os vende para restaurantes

O presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, proibiu a posse de cachorros de estimação em Pyongyang, capital do país, segundo o jornal sul-coreano Chosun Ilbo. A decisão aconteceu em julho deste ano e, com isso, os animais estão sendo enviados a zoológicos estatais ou vendidos a restaurantes.

Uma fonte disse à publicação: “As autoridades identificaram famílias com cães de estimação e estão forçando-os a desistir deles ou confiscando-os à força.”

Segundo o canal de televisão Sky News, a população do país está sendo forçada a desistir de seus cachorros para que eles possam ser usados como alimentos. Acredita-se que a ação de Kim Jong-Un tenha como objetivo apaziguar o crescente descontentamento da população em meio à situação econômica do país, que inclui a escassez de alimentos.

Ainda de acordo com a publicação, os cães de estimação são, em sua maioria, propriedade da elite da capital do país. Embora o consumo esteja em declínio na Coreia do Sul, a carne de cachorro ainda é tradicionalmente popular na China e na península coreana.

Fonte: Uol

 

Deixe uma resposta