Como proteger os pets neste inverno

Com a chegada do inverno a temperatura já está mais baixa em vários lugares do Brasil. As pessoas já andam agasalhadas pelas ruas, e as vitrines das lojas apresentam o que será tendência na estação mais fria do ano. Mas a preocupação de muita gente não é só abastecer o armário com roupas quentinhas. Muitos também querem aquecer os bichinhos de estimação, e alguns donos contam como fazem para deixar seus animais mais confortáveis e protegidos durante os dias de baixas temperaturas.

A dona de casa Kátia Franco tem 23 gatos. Ela conta que, quando começa a esfriar, cobre a caminha deles com cobertas e deixa as janelas da casa fechada durante a noite, para evitar que o vento frio entre e prejudique a saúde dos felinos. “Também faço soro caseiro e dou para eles beberem no lugar da água. Isso evita que a imunidade caia e adoeçam” disse. Kátia contou ainda que fica de olho se os animais dormindo ou comendo bem nesta época do ano.

Os roedores também são animais que precisam de cuidados durante o inverno. A estudante Lígia Melo tem um porquinho da índia, o Cappuccino, há seis meses e contou que, quando a temperatura cai, costuma forrar a gaiola dele com um pano chamado soft.

“É um pano quentinho com a qual se faz roupa de bebê. Só dá um pouco de trabalho, porque tenho que lavá-lo a cada três dias, para não ficar com cheiro ruim”, explicou. Lígia disse também que dá banho em seu bichinho a cada três meses, mas apenas em dias quentes. E que após o banho, seca o Cappuccino com secador de cabelo.

A estudante Débora Lisboa disse que redobra os cuidados com os bichinhos de estimação dela durante o inverno. Débora tem três gatos e dois cães vira-latas. A estudando contou que um dos cães, o Albert, sente muito frio e, por isso, coloca roupinhas e procura ficar mais atenta com ele. “Os cães tem uma casinha no quintal, mas no frio eles dormem dentro de casa e coloco cobertas para eles. Os gatos preferem dormir dentro de caixinhas ou nos pés da cama. E quando a noite está muito fria, eu costumo dar leite morno para todos, para esquentar a barriguinha”, conta a estudante.

O uso de roupinhas e acessórios em cães já virou moda. Um pet shop no Bairro Alto dos Passos investe nas peças, e o proprietário Eduardo Machado disse que, para esquentar os animais, mantas, cobertas e até edredons são os artigos mais vendidos.

“Os donos dos bichinhos optam também por roupas com forros mais quentinhos, como o soft, pijaminhas que cobrem todo corpo feito com 100% algodão e, ainda, as roupinhas feitas com couro”, explicou o proprietário. Ele contou que uma dica para aquecer os bichinhos durante o inverno é evitar a tosa.

Orientação
O médica veterinária Laura Paes Leme disse que, no inverno, é muito comum os cães desenvolverem uma gripe conhecida como gripe canina. Segundo a médica, os sintomas são toses intensas provenientes, muitas vezes, do convívio com outros animais em ambientes fechados. “A prevenção é uma vacina contra essa enfermidade, que pode ser aplicada quando o animal ainda é filhote e, depois, atualizada anualmente. Também é bom evitar deixar o animal apenas em lugares fechados” explicou.

Laura ressalta que os bichinhos já são peludos justamente para proteger do frio, e que um local arejado é importante para manter a saúde em dia. Ela alerta também que passear com o cãozinho é essencial, mas tem que ter o cuidado de não estar chovendo no momento e nem fazendo um tempo muito úmido, pois pode acabar molhando o pelo do animal e provocar uma doença de pele.

A veterinária esclareceu ainda que, mesmo no inverno, os animais precisam beber muita água. Além disso, os mais idosos ou magrinhos sentem mais frio, sendo necessário colocar uma roupinha ou cobertas quando vão dormir.

Fonte: G1

Deixe uma resposta