Como Montar um Hotel Para Cães

Com a quantidade de famílias que se dedica hoje a cuidados com os animais domésticos, montar um hotel para cães pode ser um ramo de empreendimento bem rentável, quando se trata de animais domésticos e até mais lucrativo que montar um pet shop ou uma loja de rações.

Isso, porque em alguns períodos como férias, algumas famílias querem viajar e não têm onde deixar o seu animal doméstico, sendo um problema cada vez mais grave.

Em teoria, um pet shop também pode ser um hotel para cães, só precisa de uma estrutura adequada para isso. Portanto, você pode abrigar três empreendimentos em apenas um: um pet shop com clínica para animais, uma casa de ração e um hotel para cães e lucrar de todas as formas possíveis. Todo empreendimento voltado a animais domésticos pode oferecer variações lucrativas, basta ter mão de obra dedicada e qualificada e valor para investimento. É comum ver clínicas para cães e gatos oferecendo ração e produtos para banho, mostrando que acoplar negócios é uma forma interessante de agregar valor e ampliar o lucro.

Como montar um hotel para cães passo a passo

Em primeiro lugar, por que cães e não cães e gatos? Gatos não são animais que de fato precisem e nem fiquem em hotéis para animais. Os gatos são animais muito ligados a casa e com uma caixa de areia e domesticados com ração, eles irão viver muito bem. Gatos não costumam aceitar mudanças e as chances deles fugirem é muito grande, pois eles se movem ao menor movimento de distração para voltar a suas casas. E a menos que seja uma criação conjunta, ter gatos e cachorros em um mesmo espaço pode não ser muito agradável.

Estrutura para montar um hotel para cães

O espaço aqui é crucial, pois você precisa acomodar muito bem todos os cães que se predispôs a cuidar. Todos precisam ter seu ambiente particular e se possível, longe um dos outros, principalmente, separá-los entre pequeno, médio e grande porte. O ideal é usar pequenas casas como hotel, pois são mais espaçosas e oferecem cômodos diversos. Comece ao menos com 10 espaços para ir testando o serviço e quem sabe, à partir daí, seguir para uma expansão. Segundo os donos deste tipo de empreendimento, a quantidade de 10 cachorros para cuidar já é um bom número e vai exigir bastante trabalho e ao menos dois profissionais para passeio com os bichos. Por isso, este número para início é o ideal.

A estrutura de montar um hotel para cães é bem complexa, pois exige alguns espaços como área para brincadeiras, sala para atendimento veterinário, mesa de secagem, acessórios para divertimento e alimentação dos animais. Estima-se que seja gasto em média R$ 150 mil com a montagem do espaço e todo o material necessário.

Profissionais necessários para atuar em um hotel para cães

Além do atendente dos clientes e do proprietário, exitem profissionais que devem ser presença obrigatória em tal empreendimento, como veterinário, passeadores de cães, tosador que irá dar banho e um auxiliar de serviços gerais. Se possível, tenha o contato de outro veterinário para eventuais emergências.

Licenças necessárias

Além dos documentos necessários para montar a empresa, é preciso ter uma licença especial da Vigilância Sanitária para saúde e trato com animais que possui um valor e uma avaliação diferenciada, bem como dos órgãos competentes de cuidados com animais.

Localização de um hotel para cães

De fato a localização não é um dos pontos mais importantes na montagem deste empreendimento. É um tipo de serviço difícil de encontrar e totalmente inexistente em muitas cidades, então o cliente geralmente vai até ele. É importante, porém, estar em um terreno amplo para que o som dos animais não incomode a vizinhança, tendo um especial cuidado em bairros residenciais.

Invista um pouco em estrutura para minimizar os sons, como em salas para tosa e banho e no canil, para que o barulho não incomode. Um sistema de acústica simples entre as lajes pode minimizar o efeito da dispersão do som.

Faturamento de um hotel para cães

Este serviço de hotel para cães é bem procurado, sobretudo nas grandes capitais, onde ter um bicho pode ser um problema em viagem de férias da família por não ter onde deixar os animais. O serviço é cobrado por dia de hospedagem e pode custar de R$ 50 a R$ 200 por dia e dependendo do local e da estrutura, o valor pode ser ainda maior, aceitando cheques, dinheiro ou cartão de crédito. Alguns locais chegam a ter de lucro bruto mensal de R$ 5 mil sem o menor esforço, principalmente nos meses de férias ou viagens a negócios de última hora. Sabendo que o animal será bem tratado, muitas pessoas pagam com prazer pelo serviço.

Agregar serviços é uma boa dica, desde que não atrapalhe o seu serviço principal que é o hotel. Você pode oferecer consultas médicas, montar uma loja de pet shop e outros mimos como dia de recreação e aulas de adestramento. Tudo isso deve ser oferecido apenas se houver um grande espaço, como uma casa e uma ampla área de lazer.

Fonte: Novo Negócio – Startup

Deixe uma resposta