Como descobrir se uma calopsita é macho ou fêmea

Detectar corretamente o sexo de pássaros e aves em geral é bastante difícil. Algumas espécies possuem uma clara diferenciação entre machos e fêmeas, como tamanho, padronagem da coloração e até os tipos de penas. Outras, como a calopsita, não apresentam praticamente nenhuma diferença física entre um macho e uma fêmea. Médicos veterinários especializados em pássaros recorrem à experiência para determinar o sexo de calopsitas e outros pássaros. 

 

Para um profissional treinado e experiente, é possível descobrir se uma calopsita é macho ou fêmea examinando seus ossos pélvicos e também os padrões de penas.

As calopsitas têm duas cristas ósseas na base do seu abdômen, logo acima da abertura da cloaca. Nas fêmeas, as estruturas são mais flexíveis e mais distantes uma da outra. Essa é uma maneira de determinar o sexo; no entanto, ela não dá 100% de certeza, pois é baseada na experiência e na opinião de alguém. Se uma pessoa que não foi treinada para isso tentar descobrir o sexo da calopsita apalpando esses ossos, ela pode machucar seriamente o bichinho e não terá base de comparação para determinar o sexo. Por isso, é recomendado atentar para outros detalhes ao invés de sair apertando o bichinho.

Alguns criadores costumam usar pistas visuais que sugerem se uma calopsita é macho ou fêmea. Apesar de não dar 100% de confirmação do sexo do animal, é uma maneira que costuma dar certo na diferenciação por profissionais.

As mutações de cor das calopsitas são monomórficas, ou seja: existe apenas um padrão, o que significa que não existe diferença visual na aparência de uma calopsita macho ou fêmea. No entanto, é possível notar algumas sutilezas. Os machos costumam ter rostos amarelos brilhantes e bochechas bem laranjas. Já as fêmeas costumam ter tons um pouco mais apagados. É possível, também, notar nas fêmeas algumas manchinhas sob as penas das asas e da cauda, em um tom marrom, mas às vezes, é necessário uma lupa para percebê-las.

Para ter 100% de certeza do sexo da calopsita, é necessário que se faça um exame de DNA, através do sangue ou das penas, ou que um especialista observe a casca do ovo do qual sua calopsita eclodiu. Um leigo não saberá diferenciar, mas um profissional experiente verá com clareza de qual ovo surgiu uma fêmea e de qual ovo surgiu um macho.

Quanto à diferença de personalidade, as fêmeas costumam ser mais mansas e carinhosas, os machos, mais ariscos, mas isso depende de cada animal.

Fonte:  Bolsa de Mulher

Deixe uma resposta