Pandora

Cachorra Pandora é encontrada após 45 dias desaparecida

A cadela foi devolvida ao tutor, Reinaldo Bezerra Júnior, neste domingo (30); o animal sumiu durante uma conexão no Aeroporto Internacional de Guarulhos em dezembro

A cachorra Pandora foi encontrada e devolvida ao seu tutor, o garçom Reinaldo Bezerra Júnior, na tarde deste domingo (30). A cadela estava desaparecida há 45 dias e foi recuperada na área do Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo.

“Depois de 45 dias, ela foi encontrada dentro da área do aeroporto, finalmente. Perseverança foi a força que nos moveu durante todo esse tempo. Nunca perdemos a fé e a esperança de que encontraríamos a Pandora. Por isso, não desistimos”, informou o tutor da cadela nas redes sociais.

O animal sumiu durante conexão do voo da GOL de Recife (PE) para Navegantes (SC), no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em 15 de dezembro de 2021. Na época, a companhia aérea alegou que Pandora rompeu a caixa de transporte e fugiu pela rodovia.

Nas redes sociais, Reinaldo também comemorou o reencontro com Pandora. “Achei a minha filha. Acharam ela. Não tenho muito o que falar, não. Não tenho palavras”, declarou o garçom.

Reinaldo Júnior agradeceu o apoio que recebeu durante o período de buscas e falou sobre o estado de saúde de Pandora. “Gratidão! Obrigado pelas orações. O amor venceu”, escreveu o tutor. “Estou bem magrinha. Fiquei esperando meu pai onde me perdi, esperando ele voltar no Terminal 3. Pandora está bem, mas muito debilitada por todo esse tempo que passou sem alimentação”, completou.

A cachorra Pandora foi resgatada da rua por Reinaldo Júnior quando tinha apenas quatro meses de vida. Ela completou cinco anos no fim de dezembro do ano passado.

 

Relembre o caso

A cadela Pandora desapareceu no Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, durante a conexão de um voo da GOL. A cachorra viajava com o dono de Recife (PE) para Navegantes (SC).

O caso aconteceu em 15 de dezembro de 2021. O garçom Reinaldo Bezerra Júnior, o tutor da cadela, desistiu da viagem que faria ao sul do país e permaneceu em Guarulhos para fazer buscas pelo pet.

A GOL informou que o animal rompeu o lacre da caixa de transporte e fugiu pela rodovia. Reinaldo rebateu a versão da empresa. “A casinha da Pandora está intacta, não está destruída como a companhia aérea fala”, afirmou em entrevista ao ‘Jornal da Band’ na época.

O sumiço do animal foi parar no Procon, que notificou a GOL para dar explicações.

Fonte: Band

Deixe um comentário