Bichos de Estimação: Papagaio

Papagaios são animais de estimação maravilhosos, mas eles não servem para todos. Muitos acabam sendo abandonados dentro de três anos, só porque seus donos não fizeram uma boa escolha. Aqui vão algumas coisas que podem lhe ajudar a decidir se um papagaio é o animal certo para você e sua família.

Primeiramente precisamos definir um papagaio. Comece a ler! Um bom livro sobre papagaios lhe dirá quase tudo que você precisa saber sobre ter diferentes espécies de papagaios. Periquitos são um tipo de papagaio, bem como cacatuas. Existem muitas variedades, e nem todos são grandes ou coloridos como a arara (algumas são bem coloridas, como a própria arara, algumas como o papagaio-do-Congo são menos coloridas mas têm penas vermelhas brilhantes na cauda. Uma cacatua é branca, mas tem um peito amarelo e brilhante). Além disso, papagaios têm o bico curvado.

Encontre um bom criador e visite os papagaios. A maioria deles serão bebês, e eles agem muito diferentemente dos adultos. Com frequência são mais quietos, amistosos, mais adaptativos a mudança e mais interessados em se aconchegar com você. O ideal é localizar criadores próximos através de grupos online e agendar uma visita com seus pássaros adultos. Você também deve verificar santuários de pássaros, se houver um próximo de sua casa. Muitos deles têm aulas sobre pássaros que são um bom recurso para pessoas inexperientes ou que desejem adotar um pássaro mais velho. Lembre-se, se você comprar um pássaro bebê, a personalidade do pássaro não é garantida, assim como uma criança que você observa passar por diferentes fases da vida.

Aparência. Essa é a última coisa com que você precisa se preocupar com um papagaio. Todos eles são lindos, mas certamente alguns deles são mais coloridos que outros. Se quiser um pássaro só de enfeite, não desperdice seu dinheiro e compre um verdadeiro objeto de decoração. Não se concentre na aparência ao comprar um pássaro. A personalidade é que realmente importa.

Decida quantos papagaios deseja. Se você nunca teve um pássaro antes, comece com um e veja quantos mais você pode comprar, física e financeiramente. Tenha em mente que se você tiver mais de um papagaio em casa, dobrará o tempo necessário para cuidar dos pássaros, a sujeira e o barulho. Leve em conta o tempo, dinheiro e disposição emocional antes de arranjar muitos pássaros.

O preço das aves pode variar muito de acordo com a espécie. Lembre-se apenas de que só porque um pássaro tem um preço menor, isso não significa que ele necessita de menos amor, carinho e atenção do que um papagaio maior e chamativo.

Você precisará comprar uma gaiola com uma espessura de barras de tamanho apropriado para seu pássaro, bem como grande o bastante para a espécie escolhida (por exemplo, existem espécies consideradas pequenas ou médias mas que têm tanta energia que exigem uma gaiola bem grande, e usarão toda ela, incluindo o piso). Um papagaio-do-Congo tende a se empoleirar no meio ou topo da gaiola, mas mesmo que seja um papagaio de tamanho médio, ele precisa de uma gaiola bem grande. Você deve comprar a maior gaiola que puder para eles, pois eles gostam de espaço. No entanto, há limites de tamanho mínimo. Muitas lojas recomendam um tamanho mínimo para um papagaio-do-Congo, cerca de 45 cm x 45 cm x 45 cm. Esse tamanho é pequeno demais! Compre uma gaiola de no mínimo 75 cm x 75 cm x 75 cm. Quanto maior melhor, mas esse é o mínimo para ter um papagaio saudável e feliz. Se não puder comprar a gaiola certa para o animal desejado, repense a compra. As gaiolas podem ser caras, mas devem ser encaradas como um investimento. A compra inicial de uma gaiola e outros objetos essenciais durará muitos anos.

Você precisará comprar 3 tigelas de água e 6 tigelas de comida (se você tiver uma gaiola grande, se ela for menor, isso não é necessário). Você deve manter 3 tigelas na gaiola a todo o tempo. Uma para água fresca, outra para a dieta regular e uma para comida fresca diariamente. Você pode adicionar uma quarta tigela para petiscos e brinquedos, se desejar. As tigelas devem ser removidas e lavadas uma vez ao dia para água e duas vezes por dia para comida seca, como sementes (a não ser que o pássaro acidentalmente suje a tigela). Você também precisará comprar um poleiro ou playground de papagaio para quando ele ficar fora da gaiola. Todos os papagaios precisam de algum tempo fora dela. Você precisa comprar brinquedos para eles, e da primeira vez que comprar, escolha vários de cada tipo apropriado para o seu pássaro. Isso significa quebra-cabeças, brinquedos de acrílico, de madeira (se a madeira for fina, pode ser destruída rapidamente) e cordas. Esses brinquedos devem ser trocados entre eles semanalmente, e descartados quando gastos. Brinquedos acrílicos não se desgastarão, mas os papagaios precisam de brinquedos que possam destruir. Isso pode acabar ficando bem caro. Os preços dos brinquedos variam muito, desde R$ 8,00 até R$ 400,00. Você também pode aprender a fazer os brinquedos para economizar dinheiro. Eles são necessários para a saúde e felicidade do pássaro. Você também deve considerar adicionar uma ração de qualidade a sua dieta. Mesmo que nenhuma delas seja completa, e uma dieta exclusiva de ração não seja saudável, se ela tiver boa qualidade, pode ser uma bela contribuição para uma dieta balanceada. Você também precisará comprar vegetais frescos, como uma variedade de nozes (petiscos) vegetais frescos e frutas. É preciso também comprar produtos de limpeza para a gaiola, e forro ou jornal para a base. Recomenda-se usar um jornal, pois ele é fácil de encontrar e não é tóxico.

Todos os papagaios fazem bagunça. Eles podem jogar comida para fora da gaiola. Na selva, eles jogam os restos como parte do sistema de “plantio” da natureza. Elas alimentam animais no solo. Rações e sementes não são difíceis de limpar do chão. Mas eles também jogarão frutas e vegetais. Eles farão muita bagunça! O ideal é deixar a gaiola em um piso de madeira ou azulejo. A gaiola também precisa ficar em uma área de bastante tráfego, onde você passe bastante tempo, geralmente a sala de estar. Provavelmente você precisará aspirar ou passar pano ao redor da gaiola diariamente. Conforme anteriormente mencionado. Você precisará limpar as tigelas diariamente. E quando trocar a água, limpe a tigela. Você precisará trocar o papel na base da bandeja da gaiola diariamente, ou podem se criar bactérias que podem fazer seu pássaro ficar doente, além de atrair insetos. Remova também a grade da base (que também fica suja) e limpá-la. Se seu papagaio caminhar nessa grade, é preciso mantê-la extremamente limpa, o que significa que é preciso limpá-la diariamente. Você também precisará limpar os brinquedos ou remover aqueles que ficam sujos demais (com comida + sujeira. E lembre-se do playground do papagaio. Limpe depois que o pássaro voltar para a gaiola. Eles também podem sujar o chão quando estiverem brincando, e até em você, algumas vezes.

O barulho também pode ser um problema. Papagaios são naturalmente barulhentos e chamarão o bando várias vezes ao dia. Alguns têm chamados mais silenciosos que outros. A maioria dos papagaios não serve para pessoas que morem em apartamentos, pois o barulho pode irritar seu vizinho. Não há como conseguir um papagaio que NUNCA grite. A maioria o fará algumas vezes ao dia por pelo menos 15 minutos ou mais. Isso é natural. Com treinamento adequado você pode evitar o excesso de gritos.

Crie um orçamento. Prepare-se para gastar cerca de R$ 25,00 a R$ 135,00 por mês em brinquedos, R$ 80,00 por mês em comida e R$ 65,00 por mês em itens adicionais.

Encontre um veterinário que possa cuidar do papagaio. Quando comprar o papagaio, você precisará levá-lo para fazer um checkup. Ele pode precisar ser vacinado. Se o papagaio parecer estar doente, leve-o para o veterinário imediatamente. Eles são mestres em esconder doenças, um mecanismo de defesa vindo de seus comportamentos silvestres. Eles não demonstram sinais de doença a não ser que ela já esteja bem avançada. É preciso um dono cuidados e atencioso para ver sinais precoces de uma doença. Se seu papagaio repentinamente parecer estar doente, esse é um momento ideal para levá-lo ao veterinário. Isso significa que a doença já deve ter se desenvolvido no sistema do pássaro por algum tempo. Existem situações em que as pessoas acabam precisando pagar muito dinheiro por causa de problemas de saúde do animal. É preciso ter a disponibilidade financeira para pagar as contas do veterinário se a necessidade surgir, ou combinar com um veterinário que lhe dê a opção de um plano de pagamento. Muitos proprietários debatem se devem ou não ir ao veterinário por causa do alto custo, e o resultado disso é uma tragédia. Remédios para pássaros são mais caros do que cuidados para cães e gatos, por ser um campo avançado e em constante mudança. Assim, os veterinários precisam passar muito mais tempo aprendendo como tratar desses pássaros. Por isso é crucial encontrar um veterinário especializado em pássaros.

Algumas espécies vivem até 80 anos. Esse animal é passado entre gerações. Doenças, acidentes e defeitos genéticos são coisas que podem interromper a vida de qualquer criatura prematuramente. Muitos pássaros hoje vivem mais porque entendemos melhor suas necessidades.

Cozinhar para seus papagaios é uma excelente forma de exibir seu amor por eles. Essa também é uma forma excelente de oferecer mais comida e aumentar suas opções e hábitos alimentares. Um favorito comum entre os proprietários de papagaios é uma forma de pão conhecido como pão de passarinho, que tem petiscos adequados para pássaros cozidos em seu interior. Esse é um excelente método se o seu papagaio não quiser comer um certo tipo de alimento, pois eles podem ser ‘escondidos’ dentro do pão. Essa é uma ideia especialmente boa se o seu papagaio não gostar muito de vegetais!

Agora você pode estar repensando a ideia. E isso é bom. Pense bem nas coisas antes de sair e comprar o pássaro, pois assim você saberá com certeza que fez uma boa escolha!

Fonte: Wikihow

 

Deixe uma resposta