Aulas de yoga com filhotes de fazenda vira sucesso

A Fazenda Jenness, localizada no sul de New Hampshire, Estados Unidos, está fazendo sucesso na internet. O fato inusitado está ligado às aulas de yoga ministradas no local, mas não é só isso.

Créditos: reprodução/ Huffington Post

Pequenas cabras da fazenda acompanham os alunos durante as aulas

Durante as práticas, pequenas cabras da fazenda acompanham os alunos, o que tem feito muita gente procurar o local para se inscrever no curso.

A interação com os bichinhos, que têm o tamanho de cachorrinhos, interagem com as pessoas durante a aula com lambidas, ficando à sua volta ou até subindo nelas.

Peter Corriveau, dono da fazenda, disse em entrevista ao Huffington Post que ter pensado na ideia por meses, até lançar sua primeira turma em abril.

Segundo Corriveau, pessoas que seguem a fazenda em mídias sociais vinham enviando a ele vídeos de yoga com cabras cabra por mais de um ano.

“Nós fizemos este teste, postamos algumas fotos e realmente não tínhamos pensado que isso iria tão longe. Mas explodiu. O telefone está tocando continuamente com pessoas querendo fazer inscrição para as aulas”, diz Peter.

Apesar do sucesso, o proprietário diz que sua fazenda não é a única que oferece aulas de yoga com cabras, comum em alguns lugares dos Estados Unidos.

A fazenda Jenness abriga cerca de 30 cabras de diferentes espécies e seu negócio principal é o sabonete de leite de cabra.

Inicialmente, os professores de yoga estão conduzindo suas aulas em uma sala anexa à loja, mas Corriveau diz que vai investir em um espaço novo para dobrar o tamanho das turmas de 8 para 16 participantes.

O site da fazenda anuncia aulas de ioga com cabras por US $ 22 por adulto.

“Elas trazem uma energia mais leve e mais alegre para a classe. Isso faz com que haja mais união entre todos”, afirma a instrutora de yoga do lugar, Janine.

Veja mais fotos:

Pet terapia pode ajudar a tratar depressão, doenças cardíacas e estresse

A ajuda de animais em terapias já é observada há algum tempo. “Em 1955, no Brasil, a psiquiatra Nise da Silveira relatou os benefícios desta interação no convívio de seus pacientes esquizofrênicos com cães e gatos adotados pela instituição aonde trabalhava”, afirma Cristiane Blanco, psicóloga do Instituto Nacional de Ações e Terapias Assistidas por Animais (Inataa) ao Minha Vida, parceiro do Catraca Livre.

ONGs e alguns hospitais já utilizam a técnica com sucesso, tanto com animais treinados para isso como com pets dos próprios pacientes. Mas nem todos animais são adequados para participar desse tipo de tratamento.

“Ele precisa ser tranquilo, ter uma personalidade que as pessoas possam abraçar, beijar e apertar, sem que ele reaja”, explica o adestrador José Luis Doroci, fundador do Projeto Novo Guia.

Cachorros e cavalos costumam ser os mais utilizados – pelo temperamento dócil-, mas gatos, coelhos, tartarugas, aves e peixes também estão na lista.

Em casos mais raros, foram ministradas pet terapias com animais exóticos como botos, cobras e aranhas.

Fonte: Catraca Livre

Deixe uma resposta