animais exóticos

Animais exóticos para se ter de estimação

A experiência de ter um animal de estimação é um experiência diferente, e muitas pessoas têm escolhido animais fora do comum para ser a sua companhia

Os animais de estimação são ótimas companhias, que deixam os nossos dias bem mais alegres, não é mesmo? Apesar disso, nem todo mundo sente-se tentado em criar gatos e cachorros e preferem pets diferentes e exóticos para companhia.

Os motivos que levam as pessoas a terem pets diferentes são variados como o fato de algumas espécies darem menos trabalho, até a vontade de criar um animalzinho um pouco “fora do comum”. Apesar de causarem certa estranheza, alguns animais exóticos podem ser ótimas companhias e tornar a sua casa muito mais alegre e divertida.

Contudo, antes de criar qualquer bichinho “diferente”, é importante conferir se eles podem ser animais domésticos, quais cuidados necessitam e como é a legislação (já que animais silvestres, por exemplo, necessitam de cadastro específico no IBAMA e nem todos podem ser criados em casa).

Veja alguns pets diferentes:

Sagui

Esse macaquinho é um dos animais exóticos que mais têm sido buscado como pet. Chegando no máximo a 10 cm de altura, ele precisa ser domesticado desde pequeno para aceitar o convívio com humanos. Para comprar, busque pelos criadores certificados pelo IBAMA. Além disso, é importante ficar atento aos cuidados específicos. A alimentação do sagui não deve ser apenas banana, é preciso comprar rações balanceadas.

Cacatua

Esse lindo psitacídeo australiano pode chegar a até 80 cm de altura e pesar até 2 kg. Da mesma família das calopsitas, as Cacatuas são super mimadas e necessitam de atenção, no mínimo, umas 11 horas por dia, senão podem ficar agitadiças – principalmente durante à noite. Eles podem viver mais de 70 anos e com certeza farão companhia durante toda a sua vida.

Chinchila

Fofa, silenciosa, dócil, de fácil adaptação e com hábitos noturnos: essa é a chinchila – um roedor que pode pesar de 80 a 300 gramas e medir de 20 a 30 cm de altura. As chinchilas podem viver cerca de 15 anos e necessitam de uma alimentação balanceada, com rações específicas e frutas. Além disso, as chinchilas necessitam de exercícios diários e por isso uma gaiola adequada e equipada é indispensável.

Iguana

Esse réptil já é uma sensação entre os apreciadores dos pets diferentes e exóticos. A manutenção é bastante tranquila e hoje você já encontra rações específicas para as iguanas em muitos pet shops. O único cuidado é em relação à temperatura, já que eles são sensíveis ao calor e ao frio extremo.

Miniporcos são opções para apartamentos

minipigs costumam ser meigos, inteligentes, sociáveis e companheiros. eles precisam ser vacinados e vermifugados

Mini Porco

O miniporco se tornou uma sensação depois que Paris Hilton apareceu desfilando com o seu pelas ruas de Nova Iorque. Já existem criadores especializados no interior de São Paulo e também na capital e os porquinhos são super indicados para quem tem alergia, porque eles não soltam pelos como os gatos e cachorros.

Além disso, eles são muito inteligentes e amorosos

Mas, fique atento, porque alguns podem crescer um pouquinho mais do que quando filhotes e necessitar de um espaço adequado.

Furão

Agitado, brincalhão, curioso e muito amoroso, o furão é um dos pets exóticos que mais agrada as mulheres e crianças. Sua estimativa de vida é de 10 anos e a entrada no Brasil do animal é controlada pelo Ibama. O único problema é a manutenção mensal do furão, que pode chegar a até R$200. Além disso, eles não se adaptam a locais muito quentes, podendo morrer em temperaturas maiores que 30 graus.

Coruja

Que tal se sentir um pouco mais “Harry Potter” e criar uma coruja? Existem muitas espécies que se adaptam bem ao convívio humano, sendo animais fiéis ao dono e com hábitos tranquilos. Contudo, lembre-se que as corujas são carnívoras e por isso você poderá alimentá-la com carne moída ou ratinhos.

Tigre d’Água

Apesar de exótico, esse é um animal muito popular, principalmente na China. Há alguns anos, essas tartaruguinhas de aquário já foram uma verdadeira sensação. Mas, dependendo do tamanho do aquário, elas podem crescer, então é preciso ficar atento a isso antes da compra.

Salamandra

Apesar de ser vendido como animal de estimação, a Salamandra é venenosa e exige cuidados específicos na sua manipulação. Por isso, elas são mais indicadas para aquelas pessoas que são amantes da natureza – e que apenas desejam apreciá-las e não manuseá-las com frequência. Elas dão mais trabalho para cuidar e precisam de uma alimentação baseada em proteína.

Tarântula

Para quem gosta de aracnídeos, essa é a espécie mais indicada, porque é fácil de lidar e pode viver bem em um aquário sendo alimentada com insetos. Elas não são venenosas para humanos, mas o seu veneno pode matar algumas espécies de mamíferos – por isso é bom ficar atento se tiver outros animais domésticos.

Fonte: O imparcial

Deixe uma resposta