9 motivos para alguns gatos detestarem ficar no colo ou receber carinho

9 motivos para alguns gatos detestarem ficar no colo ou receber carinho

1. Individualismo

Os gatos costumam ser mais individualistas e são eles que determinam os limites das relações com os seres humanos. Assim, eles preferem dar o primeiro passo e podem não gostar se alguém já chega os agarrando ou fazendo carinho. “Conhecer as pessoas é quase uma questão tão problemática para o gato quanto conhecer outro felino”, explica a especialista Winifred Carriere.

2. Medo

Muitos gatos se assustam com facilidade. Portanto, pegá-los no colo, principalmente igual a um bebê, pode deixá-los se sentindo vulneráveis. Eles não entendem que você está sendo gentil, já que não compreendem totalmente a natureza humana. Por isso, a reação mais comum é tentar fugir.

3. Falta de socialização

A criação do filhote pode ter efeitos muito duradouros em sua vida. Caso eles não tenham muito contato com vários humanos nessa época, podem acabar crescendo não se sentindo à vontade com um grande número de pessoas.

4. Traumas

É importante que o item acima seja cumprido por quem goste de gatinhos, afinal, se desde a tenra idade eles encontrarem pessoas que detestam e maltratam gatos, quase certamente vão crescer evitando os seres humanos. Para enfrentar esse problema, é preciso entrar no ritmo do gato e deixar que ele determine o limite das carícias.

5. Questão de raça

Algumas raças de gato são conhecidas por não curtirem muito ficar no colo, como é o caso dos maine coons e dos abissínios. Já os ragdolls adoram e se contorcem aos serem pegos por humanos. Por isso, é bom compreender que o problema não é pessoal, talvez seja só algo da natureza deles.

6. Dor

Certos gatos podem estar com dores em regiões do corpo, principalmente se estiverem com algum abscesso nas costas e no rabo ou com alguma lesão no quadril. Como eles são mestres na arte de disfarçar a dor, pode ser que só a sintam quando são tocados nessas regiões.

7. Preferência

É preciso respeitar os limites dos gatinhos. Nem todos gostam de carinho no corpo todo – alguns preferem na cabeça e detestam na barriga, por exemplo. Assim, é importante entender quais são os pontos preferidos e respeitar quando eles mostram que não se sentem à vontade.

8. Agressividade

Assim como os seres humanos, cada gato tem sua própria personalidade. Então, por mais que todos os fatores sejam favoráveis ao bichano, pode ser que seja da natureza dele ser mais agressivo. Nesse caso, não adianta forçar uma aproximação ou um contato, pois você pode acabar com vários machucados.

9. Excitação

Quem é dono de gato já deve ter visto algum surto de alegria: os gatos correm, pulam e brincam como se não houvesse o amanhã. Tentar pegá-los nesse momento é perda de tempo, já que eles precisam descarregar toda essa excitação antes de voltar ao seu estado mais natural.

Fonte: Mega Curioso

Deixe uma resposta