lulu da pomerânia

10 curiosidades sobre a raça lulu da pomerânia

Além de ser o cãozinho queridinho dos famosos, ele é conhecido por sua aparência fofa e cheia de glamour

O spitz-alemão-anão, também conhecido como lulu da pomerânia, é conhecido por sua aparência fofa e glamourosa. Apesar de pequeno, o cãozinho conquista a todos com um pelo charmoso, único e sedoso. Além de ser o pet queridinho de muitos artistas, como Nicole Bahls e Paris Hilton.

1 – Um elegante cão europeu

O lulu da pomerânia surgiu há centenas de anos na Pomerânia, região localizada no nordeste europeu, que hoje faz parte da Polônia. Mas acredita-se que a história da raça começou na região ártica da Islândia devido a ligação com os cães de trenó.

2 – Por que tão pequeno?

Apesar de pequeno, o bichinho é descendente de grandes cães que viviam na neve, mas em um belo dia, nasceu o menor cachorro da linhagem do spitz alemão e as pessoas decidiram recriar a partir dele. Assim a raça se popularizou.

3 – Querido da realeza

Além de lindo, o cachorrinho é elegante, e por isso se tornou o pet queridinho da rainha Victoria, da Inglaterra. A realeza logo se apaixonou pelo cãozinho e contribuiu para a popularização do animal, pois eles criaram e expuseram a raça por muitos anos. Daí surgiu a sua fama.

Apesar da aparência fofa, o lulu da pomerânia pode ser bastante protetor e um excelente cão-de-guarda. O latido frenético pode ajudar a alertar o tutor em alguma situação de perigo. Logo, ele não é um animal muito silencioso e tende a latir com frequência, pense nisso!

5 – Não muito recomendado para crianças

Ele é um excelente companheiro para as famílias, por criar fortes laços com os tutores. Entretanto, por serem muito pequenos, as crianças podem querer brincar com o animal de uma maneira que não agrade o cãozinho, e o lulu não tem um comportamento muito delicado, e pode reagir mal. Por isso é preferível que ele esteja na companhia de adultos.

6 – Precisa de treinamento

Apesar de pequeno, o lulu tem uma personalidade muito forte e territorialista e por isso precisa de adestramento para conviver com outros cães. Após ser treinado, o animal se torna muito amigável e brincalhão. O adestramento é essencial para que ele se adapte bem aos apartamentos.

7 – Simpático, mas depende

Com uma personalidade um pouco semelhante a dos gatos, o lulu tende a não gostar muito de visitas e pode não interagir com elas. Mas isso não quer dizer que ele não goste das pessoas, ele apenas tende a não ligar muito para quem não é da família.

8 – Cuidados

O seu pelo é o que mais chama atenção, por isso requer alguns cuidados bastante especiais, como escovações diárias. Além disso, diferente de outros cães, os banhos no cãozinho não devem ser frequentes para evitar o ressecamento do pelo. Suas unhas também precisam ser aparadas e bem cuidadas com regularidade.

9 – Precisa de atenção

Ele é um animal companheiro e que precisa da atenção do tutor, por isso é importante que antes de adquiri-lo você pense quanto tempo poderá passar com o lulu. O cãozinho não pode ser deixado sozinho por muito tempo, pois pode acabar desenvolvendo um comportamento indesejável.

10 – Saúde

O spitz-alemão-anão é um animal muito ativo e brincalhão, por isso os passeios são essenciais para que ele tenha uma boa qualidade de vida. Entre os problemas mais comuns da raça estão a displasia do quadril e questões relacionadas a tireoide.

Fonte: Metrópoles

Deixe uma resposta